Por que Ostras Azuis?

Na infância tive um sonho lúdico, sonhei que vivia numa cidade no fundo do mar e que o meu ofício era "garimpar" ostras azuis. Estas ostras possuíam, no seu interior , pérolas
de todas as cores, cheias de luz (energia ) , que serviam de alimentação a todos os habitantes da cidade.
Percebo agora o que significam essas OSTRAS, elas são na verdade todas as idéias que encantam e alimentam a alma. Portanto este espaço azulado pertence a todos aqueles que se alimentam de:

Olá!

Ao visitar o nosso espaço deixe seu comentário. A troca de conhecimentos, informações e idéias é, ao meu ver, muito gratificante.
Agradeço a todos.

Visite-nos e cadastre-se:

domingo, 18 de dezembro de 2011



Poesia do amigo Marcos Cintra pesquisador do nosso Grupo TCI-BR

Sent: Sunday, December 18, 2011 9:26 AM
Subject: [TCI] OBSIDIADOS (PARA DESCONTRAIR)
QUALQUER SEMELHANÇA COM IMAGENS,FATOS OU PESSOAS DA VIDA VIRTUAL NÃO É MERA COINCIDÊNCIA.
                                           "OBSIDIADOS"
 Sou grande conhecedor das escrituras
Kardec, Xavier e outras leituras
Por isso do meu pedestal vos advirto:
Cuidado irmãos com o  anticristo
Não aceitem doações dos gentios,impios e impuros
Pois podem vir a ficar em apuros
Suas gravações são obras de satanás
O tinhoso que quer sempre vos passar para trás
Aceitem minha orientação e meus cânones
Pois aprendi com o Jim Jones
O que é melhor para o rebanho
Desde os tempos de antanho
Já eu sou uma forte e rija marajoara
Destemida na luta contra os jaguaras
Corajosa, intrépida e de guerra
Nado até contra a pororoca
Acostumada a comer açai, piranhas e tucunarés
Não fugi do curupira e enfrento até jacarés
Sou capaz de peitar em qualquer desavença
Pois fui criada mamando em onça
Nas matas da minha terra natal
Enfrentei toda a fauna e o escambal
Não tenho medo dos seres do umbral
E não vou na conversa de qualquer fanfarrão
Pois aqui eu dou as cartas e jogo de mão
Já eu faço grandes captações
Nas minhas constantes gravações
Uso métodos revolucionários
Para conversar com os solitários
Entes que habitam as dimensões
Entre o aqui e o mais alhures
As vezes fico um pouco cabreiro
Por que eles não respondem com esmero
Aquilo que indago sem destempero
Nas conversas cotidianas
Com espíritos superbacanas
Não sei mais o que farei
Pois um deles até falou:eu me caguei
Ah! Ah! Ah! sou um megalomaníaco
Mas acho que ainda não perdi o senso crítico
Sou muito bom em tudo que realizo
Chuto o pau da barraca da ciência e do que for preciso
A tci é coisa para anacrônicos
Que correm o perigo de perder o corpo sônico
Por não saberem usar um escafandro
Ao se aventurarem por esses meandros
Que consistem nos mundos paralelos
Onde eu transito livre e sem atropelos
Por que eu sou um espírito de escol
E afirmo que não há nada novo debaixo do sol
Desprezo o saber dos ancestrais
Pois eles não sabiam nada demais
O que vale é a juventude e o novo
Mas será que o novo não são as coisas acontecendo de novo?
Não sei mais o que dizer e o que falar
Será que eu não sou apenas mais um bipolar?
Sou da terra dos visigodos
Batalho combatendo os abrolhos
Vivo colhendo repolhos, nabos e pepinos
Nas horas vagas fotografo os umbralinos
Para mostrar o que vos espera depois de mortos
Ao partir para as dimensões do ignoto
Conclamo-vos a deixar de agir como marotos
Ou vão sofrer as consequências
Nas dimensões eivadas de pestilências
Não deixem a reforma íntima para depois
Pois o castigo vem a cavalo pois pois
Façam logo uma reforma íntima
Antes que chegue a época da vindima
Entrem de chofre nesta porfia
Pois vão descobrir com certeza que é uma mais valia
Amigos desculpem estes versos pirados
deste que é apenas mais um obsidiado
As vezes ajambrado, irônico e glosador
E que não passa de mais um falador
Sem muita perspicácia do valor
das pessoas, das coisas e do seu labor
E assim se mete a versejar
Com ironias inconsequentes a malbaratar
Alguns membros deste fórum salutar
Talvez inspirado pelo Zé Pilintra
Este que atende como Marcos Cintra
 Caros amigos tcistas, agradeço a todos vocês, neste ano que está quase a terminar, o muito que aprendi de bom, nestas conversas interativas, sempre muito instrutivas, com obsidiados ou obsessores, todos irmãos em evolução, neste mundo sem tamanho. Espero que melhoremos cada vez mais,neste tempo que ainda nos resta, para não termos de voltar aos sofrimentos do umbral. Desejo a todos muito amor, sáude e paz neste ano que se avizinha. Beijos MC





Nota: Agradeço amigo Cintra por me fazer rir e descontrair. Um abraço bem forte! Boas Festas a todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Mapa de Visitantes

free counters
Ocorreu um erro neste gadget
Loading...

Nosso Lar

Nosso  Lar
Ouça o ÁudioBook

Existe vida após a morte ?

Amazon MP3 Clips

Windows Live Messenger

Atalho do Facebook

Enquete:

Chat Ostras Azuis

Web_Cams_Travel

Ocorreu um erro neste gadget