Por que Ostras Azuis?

Na infância tive um sonho lúdico, sonhei que vivia numa cidade no fundo do mar e que o meu ofício era "garimpar" ostras azuis. Estas ostras possuíam, no seu interior , pérolas
de todas as cores, cheias de luz (energia ) , que serviam de alimentação a todos os habitantes da cidade.
Percebo agora o que significam essas OSTRAS, elas são na verdade todas as idéias que encantam e alimentam a alma. Portanto este espaço azulado pertence a todos aqueles que se alimentam de:

Olá!

Ao visitar o nosso espaço deixe seu comentário. A troca de conhecimentos, informações e idéias é, ao meu ver, muito gratificante.
Agradeço a todos.

Visite-nos e cadastre-se:

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Tempos Modernos - Charles Chaplin

Este filme produzido em 1936 é uma história da iniciativa privada (Revolução Industrial - Capitalismo), onde a força do trabalho do homem era utilizada de forma brutal, visto que submetia o trabalhador à exploração sistemática.
Duas cenas me chamam muito atenção neste clássico do cinema mudo, a primeira é aquela em que o personagem Carlitos (Charles Chaplin) se encontra na esteira da fábrica tentando se adaptar e enfim, se submeter ao ritmo do trabalho (simples e repetitivo), o que simboliza, a meu ver, a submissão do homem ao ritmo imposto pela máquina (Capitalismo) e a segunda cena é a do momento em que Carlitos, fora do ambiente de trabalho passa a repetir o ritmo frenético da esteira da fábrica, como se fosse uma mera extensão da máquina, mostrando-nos como a “especialização” de um trabalho simples, rápido e repetitivo, destrói a capacidade do indivíduo de ser original, transformando-o em uma simples peça de engrenagem.
Essas duas cenas são ilustrativas e nos sinalizam que, em tais condições de trabalho a motivação é, sem dúvida alguma, sensivelmente prejudicada, visto que operações rápidas, simples e repetitivas desgastam o emocional e por fim o psicológico de qualquer indivíduo. Portanto, a rotina do trabalhador não era de forma alguma salutar para o trabalhador, levando-o a ser comparado a uma máquina repetidora, sem nenhum vislumbre de individualidade e criatividade, descaracterizando cruelmente sua personalidade e enfim, desumanizando-o.
 Enfim, podemos assistir toda esta realidade ser representada de uma forma magistral, no filme “Tempos Modernos”, de Charlie Chaplin, que considerado como uma forte crítica ao capitalismo e conservadorismo, etc.,  denuncia ao mundo, através de suas cenas clássicas, um sério problema social e expõe claramente a forma como o trabalhador era tratado depois da Revolução Industrial, evidenciando o que um trabalho rotineiro e repetitivo proporciona ao trabalhador ao encarcerá-lo inevitavelmente a um papel desumano, levando-o à condição servil e enfim, à desmotivação pessoal e algumas vezes até à alienação mental.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Mapa de Visitantes

free counters
Ocorreu um erro neste gadget
Loading...

Nosso Lar

Nosso  Lar
Ouça o ÁudioBook

Existe vida após a morte ?

Amazon MP3 Clips

Windows Live Messenger

Atalho do Facebook

Enquete:

Chat Ostras Azuis

Web_Cams_Travel

Ocorreu um erro neste gadget