Por que Ostras Azuis?

Na infância tive um sonho lúdico, sonhei que vivia numa cidade no fundo do mar e que o meu ofício era "garimpar" ostras azuis. Estas ostras possuíam, no seu interior , pérolas
de todas as cores, cheias de luz (energia ) , que serviam de alimentação a todos os habitantes da cidade.
Percebo agora o que significam essas OSTRAS, elas são na verdade todas as idéias que encantam e alimentam a alma. Portanto este espaço azulado pertence a todos aqueles que se alimentam de:

Olá!

Ao visitar o nosso espaço deixe seu comentário. A troca de conhecimentos, informações e idéias é, ao meu ver, muito gratificante.
Agradeço a todos.

Visite-nos e cadastre-se:

terça-feira, 5 de junho de 2012

Aos humildes, injustiçados e ignorados


                

" Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim." - Jo 15:18
"Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei."- Mateus 11:28

Durante toda a minha vida, desde a infância, fui amiga dos incompreendidos, dos deslocados, dos despojados, dos ignorados, dos desprezados,dos indesejados, dos tímidos e de todos aqueles que não seguem regras hipócritas,  impostas pela sociedade.  Fui uma menina muito tímida e observadora e ao mesmo tempo, muito criativa, amiga e amorosa, mas irascível e intransigente quando necessário, pois nunca aceitei fórmulas prontas ou atitudes de injustiça, seja contra qualquer espécie da natureza, humana ou não. Gosto dos humildes, dos perdidos no tempo e no espaço e dos que mesmo não tendo nada para oferecer de material, possuem no entanto o espírito aberto para o novo e para o belo. Com os considerados “fracos” eu aprendi a ser forte, pois percebi muito cedo a fortaleza dos corações simples, poéticos, românticos, humildes e bondosos. Homenageio hoje todos aqueles que estão sendo injustiçados e continuam acreditando no Amor e na Paz! 
Quando falo de mim, deste meu Ser complexo, não o faço por simples vaidade, mas para mostrar que na senda da vida somos orientados por vários caminhos existenciais e que perdemos com o caminhar, as várias "arestas pontiagudas" que não nos permitem encaixar no quebra cabeça que representa a dignidade do Ser em sua totalidade. Assim, tenho perdido muitas arestas e me encaixado devagarzinho dentro de mim mesma, preenchendo minha própria Alma. Como se perde as "arestas"? Caminhando...e observando. Os grandes Mestres nos orientam neste sentido, o tempo todo. 
Tem uma passagem da bíblia que diz: Orai e Vigiai! -JC, orar significa, para mim, entrar em contato com Deus, Aquele que vive dentro do seu próprio coração e vigiar é estar atento para o que o seu coração lhe aponta.



2 comentários:

  1. Nesta sua auto analise está também um pouco de todos nós e é por isso que nos encontramos sempre a convergir para o mesmo local, temporário/intemporário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim amigo Jacob, um pouco de todos nós. Um abraço!

      Excluir

Mapa de Visitantes

free counters
Loading...

Nosso Lar

Nosso  Lar
Ouça o ÁudioBook

Existe vida após a morte ?

Atalho do Facebook

Enquete:

Chat Ostras Azuis